domingo, 5 de julho de 2009

O cenário da luta final


O local de Megiddo, vinte milhas a sudoeste da moderna cidade de Haifa, no Próximo Oriente, foi ocupado desde 8000 a.C. até ao séc. IV a.C., tendo grande importância no período 3000-734 a.C.
Em Megiddo, foi encontrado um fragmento em escrita cuneiforme do épico de Gilgamesh , a versão babilónica da narrativa bíblica do Dilúvio. Só por isso teria grande importância.
Parece que o rei Salomão de Israel, 970-931 a.C., reconstruíu as suas fustigadas muralhas, sinal das muitas batalhas que lá ocorreram. Por exemplo, Tutmés III, faraó egípcio do séc. XV a.C., conquistou Meggido juntamente com outras cidades-estado canaanitas. De facto, o local foi de tal modo assolado pela guerra que o autor do Livro do Apocalipse, o último livro da Bíblia, aí colocou em cena a luta final de Deus com as forças do mal. Chamou a esse sítio Armagedon, har megiddōn em hebraico, o "monte de Megiddo" (Ap. 16: 16).

Sem comentários:

Enviar um comentário